Capítulo 28 – … consigo ouvir-te dizer “amo-te”!

Amo-te…
… dizias tu antes de adormeceres ao meu lado, ao acordar, ao sair da porta, ou simplesmente a furar o silêncio… lembras-te?

Era desta forma que muitas vezes furávamos o silêncio, as conversas, qualquer coisa.
Dizíamo-lo a toda a hora…
… tal como parece que o estás a fazer agora.

É incrível!
Se fechar os olhos, consigo mesmo ouvir-te.

 

Veja o vídeo que criei sobre o capítulo 28 do livro:

Nunca deixe nada por dizer... Partilhe!

Share on facebook
Share on pinterest
Share on twitter
Share on tumblr
Share on linkedin
Share on print

O que procura?

Faça Parte do meu Grupo Exclusivo

BÓNUS: Após o registo, todos os membros deste grupo recebem gratuitamente 4 capítulos (em PDF) dos meus romances “A Perda” e “Trocada por outra”.

Siga-me no Facebook

Produtos

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador. Leia a nossa Política de Privacidade.